Como ser um profissional autônomo bem-sucedido no Brasil? Confira nossas dicas

Ninguém quer dormir preocupado, não é verdade? As contas chegam, lotam a porta da geladeira e tiram o nosso sono, principalmente nesses dias em que a crise bate em quase todas as portas. O custo de vida aumentou significativamente e nem sempre damos conta de arcar com todos os nossos compromissos. Acredite, quase todo mundo passa por isso em determinados momentos da vida.

Por outro lado, garantir-se em um emprego, embora pareça a melhor saída, pode ser também uma experiência desagradável. Os brasileiros não são lá muito conhecidos como trabalhadores bem remunerados – e lidar com patrões e supervisores nem sempre é tarefa das mais fáceis. Então, aí nasce o famoso sonho do negócio próprio, ser o próprio patrão e fazer o próprio horário. Nada mais justo.

É preciso, no entanto, seguir à risca determinados fatores que contribuem para a efetividade do trabalho e garantem que você vá conseguir se manter sozinho sem ter uma carteira assinada, atrelada a uma empresa. A disciplina, por exemplo. Não haverá ninguém controlando sua produtividade, seu rendimento ou as suas finanças. Você mesmo deverá ser o maior responsável pela realização do seu sonho – e isso dá muito trabalho. Mas é tão trabalhoso quanto gratificante.

Tenha um rigoroso controle sobre as suas vendas. Anote cada entrada e cada saída de produtos, mantenha seu fluxo de caixa atualizado e organizado, confira sempre o seu estoque. O controle sob seu trabalho é essencial para o seu desenvolvimento.

Estabeleça uma rotina. Por mais chato que pareça, ter um horário fixo de trabalho pode ajudar você a manter o foco e não deixar coisas importantes para a última hora. Quando você trabalha para si mesmo, você é seu próprio supervisor. Então, seja rigoroso.

Seja obstinado – mas paciente. Às vezes demora mesmo até que vejamos os lucros de nossas vendas, por isso é tão essencial ser organizado. Seja profissional também, se fizer vendas para parentes e amigos, mantenha uma postura que evite os famosos calotes. Defina prazos de pagamentos, calcule um teto máximo de descontos. Amigos, amigos, negócios à parte é um lema a se levar para a vida.

No mais, invista. Estude sempre, se mantenha atualizada, faça cursos, se atualize. Seu sucesso como empreendedor dependerá exclusivamente do seu esforço, mesmo que o mercado não esteja muito favorável.

Deixe um comentário