Confira como começar seu negócio de revenda de moda íntima A revenda de moda íntima é uma ótima opção para garantir lucros extras todos os meses. Confira algumas dicas para começar o próprio negócio e ter mais chances de dar certo!

Apesar da crise econômica que abala o país, o mercado de produtos femininos se mantém aquecido. Afinal, mesmo com pouco dinheiro, as mulheres não deixam de comprar seus itens básicos de higiene e beleza. Por isso mesmo, a revenda de moda íntima é uma ótima opção para garantir lucros extras todos os meses. Confira algumas dicas para começar o próprio negócio e ter mais chances de dar certo!

Faça uma primeira experiência de vendas

Caso este seja o seu primeiro contato com o comércio, faça uma experiência antes de investir dinheiro em muitas peças e depois não conseguir passá-las adiante. Compre poucos produtos, apenas o mínimo que o atacado oferece, e tente revendê-los. Se os produtos forem de boa qualidade, esta primeira etapa já servirá para ganhar credibilidade e formar uma pequena rede de clientes.

Se a empreitada for um sucesso, é hora de partir para um negócio maior. Defina a maneira como irá trabalhar: na sua própria casa, de porta em porta ou em barracas em feiras de moda de bairro, sempre com profissionalismo. É muito importante ter planejamento e saber quais serão os seus próximos passos. Não se deixe levar pela empolgação, pois a falta de organização pode atrapalhar o seu empreendimento.

Bons fornecedores garantem qualidade e preço

Para garantir qualidade e bons preços, é essencial ter bons fornecedores. A internet é uma ótima aliada tanto na pesquisa dos melhores fábricas quanto na hora das compras, que, ao serem feitas online, economizam os custos de deslocamento. Na revenda de peças adquiridas no atacado, seus lucros podem chegar a até 300%.

Tenha um público alvo em mente, pois será preciso identificar o perfil, a rotina e o estilo de suas clientes. As maiores consumidoras de lingerie costumam ser mulheres entre 18 e 35 anos, mas também vale a pena investir em nichos específicos, como na revenda de peças plus size. Por fim, não tenha vergonha de cobrar, mesmo que seja de amigas e parentes. Seja flexível ao oferecer descontos, mas tenha profissionalismo ao exigir o que é seu.

Deixe um comentário