Evite ações comuns que podem estragar suas calcinhas Apesar de ficar escondida por debaixo das roupas, uma calcinha nova é capaz de fazer com que a mulher se sinta muito mais bonita e confiante.

Apesar de ficar escondida por debaixo das roupas, uma calcinha nova é capaz de fazer com que a mulher se sinta muito mais bonita e confiante. Então, para não precisar renovar o estoque da peça com frequência, o ideal é cuidar muito bem dela. Confira dicas para evitar ações comuns no cotidiano que podem abreviar a vida útil da lingerie.

Não lave em água quente

Mulheres costumam ter o hábito de lavar as calcinhas no chuveiro. No entanto, ao menos que o banho seja frio, esta ação não é recomendada, pois a água quente alarga as fibras do tecido delicado da peça. Prefira o tanque ou um balde.

Dispense o alvejante

Assim como a água quente, o alvejante também agride o tecido da calcinha. Por isso, dispense o uso do produto, mesmo aqueles que não contém cloro em sua fórmula. Caso deseje deixar a peça de molho, use apenas sabão neutro.

Secagem apenas à sombra

O calor também pode ser o vilão na hora da secagem, seja na secadora ou no varal sob o sol, estragando rapidamente as calcinhas, especialmente as de renda. O ideal é deixar a lingerie secar sempre à sombra.

Não torça

Torcer as calcinhas após a lavagem esgarça o tecido e rompe suas fibras, o que faz com que a lingerie fique mais larga e feia, com fios soltos. Para remover o excesso de água, apenas aperte as peças de forma delicada.

Calcinhas longe do banheiro

Se já não é recomendado lavar as calcinhas no banho, muito menos é deixá-las secando no banheiro. O ambiente quente e úmido facilita a proliferação de bactérias na lingerie, o que pode acarretar em infecções.

Deixe um comentário