Modelo plus size se destaca em desfile de lingerie na NYFW Conforme a indústria de moda íntima lança peças super sensuais e interessantes voltadas especificamente para o público plus size, cai por terra a ideia de que a lingerie para mulheres que estão acima do peso deve ser feia e sem graça.

Conforme a indústria de moda íntima lança peças super sensuais e interessantes voltadas especificamente para o público plus size, cai por terra a ideia de que a lingerie para mulheres que estão acima do peso deve ser feia e sem graça. Um excelente exemplo disso foi o sucesso que a modelo Ashley Graham fez ao desfilar recentemente durante a temporada primavera-verão da New York Fashion Week.

Desfile roubou os holofotes

Modelo plus size se destaca em desfile de lingerie na NYFW

A modelo Ashley Graham desfilando na temporada primavera-verão da New York Fashion Week.

A top norte-americana de 28 anos de idade atravessou a passarela para divulgar a coleção de lingerie plus size assinada por ela em parceria com a marca britânica Navabi e roubou todos os holofotes da semana de moda por sua beleza e glamour. Ashley abriu o desfile, que celebrava a diversidade do corpo feminino, com um conjunto preto com detalhes em transparências que valorizava suas curvas.

Antes de surgir deslumbrante no desfile da coleção, Ashley participou do desenvolvimento de todas as peças. A linha foi inspirada na moda das décadas de 1950 e 1960, que a modelo considera ter sido o período na história que mais valorizou as formas femininas. “Primeiramente, uma lingerie precisa sustentar bem; depois, tem que ser confortável; e, em terceiro, supersexy”, afirmou ela.

Modelo defende diversidade

A moda íntima plus size é vista por Ashley como um mercado muito promissor. Afinal, a modelo defende que não são as mulheres que precisam se adaptar às regras impostas pela moda, que preza pelo padrão de altura aliada à magreza, mas sim que a indústria é que deve enxergar a diversidade do corpo feminino e oferecer opções para todas, sem nenhum tipo de preconceito ou favoritismo.

Ashley ainda fez história como a primeira modelo plus size a aparecer na capa da revista Sports Illustrated, como estrela da campanha #curvesinbikinis, além de já ter estampado também as páginas de edições da Vogue, Harper’s Bazaar e Glamour. “Sei que as minhas curvas são sexy e quero que todas as outras pessoas saibam que as delas também são. Não há motivos para escondê-las e todos os motivos para exibi-las”, declarou ela, orgulhosa.

Deixe um comentário