Saiba as diferenças entre os variados modelos de cinta pós-parto A cinta pós-parto aparece com frequência na lista do que a futura mamãe deseja levar em sua bolsa para a maternidade. O acessório, que deve ser indicado pelo obstetra, ajuda a sustentar a musculatura da barriga, proporcionando mais conforto e segurança para a mulher.

A cinta pós-parto aparece com frequência na lista do que a futura mamãe deseja levar em sua bolsa para a maternidade. O acessório, que deve ser indicado pelo obstetra, ajuda a sustentar a musculatura da barriga, proporcionando mais conforto e segurança para a mulher, que está se acostumando novamente ao seu corpo sem o bebê. Mas, com tantas opções disponíveis no mercado, é comum surgirem dúvidas sobre qual modelo escolher.

Com busto removível para amamentação

Opção prática, que alia a cinta pós-parto com o soutien específico para a amamentação, tem como principal vantagem o fato do acessório não sair do lugar, descer ou enrolar sobre a barriga. No entanto, caso haja vazamento de leite, será necessário trocar a peça inteira.

Estilo calcinha, sem pernas

Este modelo, que atinge somente até a altura da virilha, costuma ter um bom custo/ benefício, por ser mais em conta do que cintas que cobrem as coxas por completo. O único cuidado é escolher uma opção com a cintura alta.

Pernas acima ou abaixo dos joelhos

As cintas com pernas abaixo dos joelhos são a melhor opção para mulheres que sofrem com a retenção de líquidos, pois não pressionam as coxas. Porém, quem mora em cidades muito quentes costuma dar preferência a modelos mais curtos.

Abertura frontal ou lateral

A abertura frontal oferece maior praticidade, no entanto, pode causar um certo incômodo às mulheres que realizaram o parto através de cesariana. Neste caso, a lateral seria a melhor opção. Vale dar preferência ao fecho com colchetes, mais confortável que o zíper.

Com abertura entre as pernas

A abertura entre as pernas é fundamental para facilitar as idas ao banheiro e reduzir o número de vezes em que será necessário vestir a cinta, um processo um tanto quanto complicado. A dica é vestir a calcinha por cima do acessório.

Deixe um comentário